quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Cervejaria Nacional abre as portas para o almoço e oferece cervejas especiais como cortesia no próximo sábado 8/10.

Agora aberta de 2ª a 2ª a partir do meio-dia, fábrica-bar oferece menu assinado pelo chef Alexandre Cymes; no dia 8/10, duas receitas inéditas serão servidas como cortesia

Quem pensa que a Cervejaria Nacional oferece apenas bons chopes artesanais engana-se. Para provar que onde se bebe o pão também se come a carne, a casa acaba de lançar um cardápio de almoço, marcando o novo horário de funcionamento. Aberta de segunda a segunda, a Cervejaria passa a oferecer boas opções para a hora do almoço. Outro motivo para visitar a fábrica-bar no horário, a partir de agora o cozimento das cervejas passam a ocorrer durante o funcionamento da casa, à vista dos clientes.

grande cervejeiro - tudo sobre cervejas, nacionais e importadas 

Para comemorar a nova fase, no sábado, 8/10, duas receitas inéditas serão oferecidas como cortesia em copos de 330ml. Edições limitadas com apenas 20L das duas receitas serão servidas a partir das 13h até o final do limitado estoque. Preparadas com malte claro e fermentos de ALE, a primeira tem características mais frutadas, se aproximando das belgas e a outra é mais dourada, semelhante às inglesas. Esta última ganha ainda mais um toque especial: passa pelo processo de dry hopping, no qual lúpulo em flor é adicionado durante o processo de maturação, acrescendo à receita aromas frescos.

No cardápio, criado pelo chef Alexandre Cymes, destacam-se grelhados, massas e sanduíches, ótimas pedidas para quem almoça na região de Pinheiros e arredores. Servido até às 17h, o almoço-executivo tem bom custo-benefício e começa com um variado couvert servido gratuitamente – assim como a água filtrada –, composto por pães, legumes grelhados, vinagrete, patê de gorgonzola e azeitonas temperadas. Para começar a refeição, boas sugestões de salada são a Tapajós (grande, R$ 21, pequena, R$17), que leva cevadinha com quinoa, cubinhos de linguiça, cebola roxa e mini rúcula e a Guarani (grande, R$ 19, pequena, R$15), preparada com folhas verdes, vegetais na brasa e queijo de cabra ao vinagrete de limão defumado. Dentre os grelhados, há opções como o Entrecote (R$32), a Fraldinha (R$32) e o Salmão (R$34), são acompanhados de salada e um acompanhamento à escolha, com opções como os Vegetais do chefe e a Farofa da Nacional.

São boas pedidas ainda o Risoto de costelinha (R$29, foto acima, à esquerda), aromatizado com limão cravo e acompanhado por crisps de cebola, a Rabada com agrião e polenta (R$29) e o Filé a parmegiana com arroz e fritas (R$27). Há também sanduíches como o de Linguiça especial com derretido de queijo, acompanhado de molho vinagrete (R$24), o de Frango com cogumelos, acompanhado Aïoli (R$22), uma maionese com alho. Para os mais famintos, o Maracanã Burguer (R$24) é um generoso hambúrguer de fraldinha com queijo, bacon, picles, alface, tomate, cebola roxa e maionese da casa, todos servidos com batatas fritas. Para adoçar o almoço e terminar bem a refeição, são boas pedidas a Manga cremosa com sorvete de coco e crocantes de cajú (R$12), o Sorvete de creme com salada de frutas, baba de moça e farofa crocante (R$13) e o prato de Doces Nacionais (R$11), que apresenta doce de leite, cocada, doce de abóbora e doce de mamão. Todos os pratos tem sugestões de harmonização com uma das cinco variedades de chope artesanal fabricadas e servidas no endereço.

Para os que decidirem esticar o almoço até o happy hour a casa oferecerá, das 17h às 20h, double drinks de todas as bebidas do cardápio (exceto as doses). A promoção inclui drinks e todas as cervejas da casa - Y-îara Pilsen, Kurupira Ale (foto à direita), Sa´si Stout, Mula IPA e Domina Weiss, além das sazonais -, servidas em copos de chope (de R$6 a R$9), pint (de R$ 10 a 14) ou no sampler (R$16), degustação que traz copinhos de 160ml com todas as receitas do mestre-cervejeiro Luís Fabiani.

Sobre a Cervejaria Nacional:

A Cervejaria Nacional foi inaugurada em junho de 2011, mas sua história começa anos antes, em 2006, quando nasceu da sociedade entre o economista Luís Fabiani e do produtor gráfico Dudu Toledo,  entusiastas do universo cervejeiro. Antes atuando apenas como fornecedora de bares como o extinto Drake’s, a Cervejaria cresceu com a entrada do chef de cozinha Alexandre Cymes e de Marcus Ribas, da consultoria AyB, transformando-se em fábrica-bar. No térreo do ambiente de três pisos, ficam dispostos os enormes tanques de fermentação onde as cinco variedades de chopes artesanais servidas na casa - Y-îara Pilsen, Kurupira Ale, Sa´si Stout, Mula IPA e Domina Weiss  - são produzidas, assim como as receitas sazonais. No primeiro andar, o bar, com paredes de tijolo aparente decoradas com lambe-lambes, revela uma vista privilegiada para a produção e abriga as torneiras de chope artesanal entre os sacos de malte. No piso superior, o restaurante desperta o apetite e dá vistas para a rua através de um grande vidro.

Serviço:

Cervejaria Nacional

Endereço: Rua Pedroso de Morais, 604, Pinheiros

Telefone: 11 4305-9368

Telefone para reservas: 11 3628-5000

Site: http://www.cervejarianacional.com.br/

Horário de funcionamento: 2ª a 5ª das 12h00 às 24h; 6ª e Sábado das 12h00 à 01h30; Domingo das 12h00 às 23h00.

Mais informações:

Telefone: 3082-5553

Com Lucas Terribili (lucas@anexocom.com.br / 8202-5179)

Patricia Moll Novaes (patricia@anexocom.com.br / 11 7211-9790)

Ou Mauro Hossepian (mauro@anexocom.com.br / 11 7028-2161)

Nenhum comentário:

 
grande cervejeiro - tudo sobre cervejas, nacionais e importadas

Copyright 2010 "Grande Cervejeiro tudo sobre cervejas especiais , artesanais, nacionais e importadas".

Theme by Grande cervejeiro.
Ricamatosoli by Templates.