sexta-feira, 6 de abril de 2012

Bier Markt abre as portas no Moinhos de Vento !!!!!


Bar possui o maior número de torneiras de chopp da América Latina e rótulos exclusivos

Os sócios do Bier Markt Adolfo Bandeira, Alaor Peruzzo e Pedro Braga irão promover a abertura oficial de sua segunda casa no próximo dia 9, no bairro Moinhos de Vento em Porto Alegre. O Bier Markt Vom Fass (do barril), localizado no em um tradicional ponto do bairro (onde já funcionaram outrora a Taberna e o Pier), traz para o público 60 títulos de cervejas importadas, além de 24 torneiras no mesmo sistema adotado na casa da Castro Alves, o Direct Extract System, que dispensa serpentinas e resfriadores e utiliza nitrogênio e gás carbônico em quantidades ideais para cada rótulo. O Bier Markt é o único bar no Brasil com cultura cervejeira a trabalhar com esse sistema. Segundo Adolfo Bandeira, “a grande vantagem desse método é o encurtamento entre o chopp e o copo, melhorando a manutenção e conservação da bebida. Além disso, vamos ter o maior número de torneiras da América Latina, o que comprova um mercado cervejeiro fiel e em plena expansão aqui na região”.

Com 200m2, o endereço possui uma câmara fria de vidro onde estão instaladas as torneiras e um deck coberto com vista privilegiada para a rua, concebidos pelos sócios com o intuito de criar um ambiente mais aconchegante e interativo.

E as novidades não param por aí. A empresa, que preza por produtos diferenciados, traz em seu novo endereço um cardápio especial de gastronomia harmonizado com os rótulos da casa e ainda contará com torneiras exclusivas nacionais e importadas, tais como Delirium Tremens (Bélgica), Rogue (Estados Unidos) e Brew Dog (Escócia).


Foto: Divulgação


 

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Curso de produção de cervejas especiais em Sorocaba


É isso aí pessoal !!!! Mais uma novidade para quem é de Sorocaba e região, Curso de Cerveja Caseira ministrado pela Confraria Sorocaba. O curso é voltado para os iniciantes que pretendem conhecer o mundo das cervejas especiais e produzir suas próprias cervejas em casa, sim porque não????
Não percam essa oportunidade! As vagas são limitadíssimas!!!!!
Abraço a todos

Segue a ficha de inscrição com os tópicos que serão abordados no curso.
Inscrições: info@cervejario.com | (15) 33270346
Cervejario Beer Store


Ficha de Inscrição 


Postar um comentário

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Documentário " The American Brew "

Documentário " The American Brew " dividido em 6 vídeos, retrata fatos sobre cerveja nos EUA. Muito interessante, porém somente para quem entende inglês...

grande cervejeiro - tudo sobre cervejas, nacionais e importadas

1/1
 1/2
 1/3
1/4
1/5
1/6


Postar um comentário

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Cervejaria Nacional abre as portas para o almoço e oferece cervejas especiais como cortesia no próximo sábado 8/10.

Agora aberta de 2ª a 2ª a partir do meio-dia, fábrica-bar oferece menu assinado pelo chef Alexandre Cymes; no dia 8/10, duas receitas inéditas serão servidas como cortesia

Quem pensa que a Cervejaria Nacional oferece apenas bons chopes artesanais engana-se. Para provar que onde se bebe o pão também se come a carne, a casa acaba de lançar um cardápio de almoço, marcando o novo horário de funcionamento. Aberta de segunda a segunda, a Cervejaria passa a oferecer boas opções para a hora do almoço. Outro motivo para visitar a fábrica-bar no horário, a partir de agora o cozimento das cervejas passam a ocorrer durante o funcionamento da casa, à vista dos clientes.

grande cervejeiro - tudo sobre cervejas, nacionais e importadas 

Para comemorar a nova fase, no sábado, 8/10, duas receitas inéditas serão oferecidas como cortesia em copos de 330ml. Edições limitadas com apenas 20L das duas receitas serão servidas a partir das 13h até o final do limitado estoque. Preparadas com malte claro e fermentos de ALE, a primeira tem características mais frutadas, se aproximando das belgas e a outra é mais dourada, semelhante às inglesas. Esta última ganha ainda mais um toque especial: passa pelo processo de dry hopping, no qual lúpulo em flor é adicionado durante o processo de maturação, acrescendo à receita aromas frescos.

No cardápio, criado pelo chef Alexandre Cymes, destacam-se grelhados, massas e sanduíches, ótimas pedidas para quem almoça na região de Pinheiros e arredores. Servido até às 17h, o almoço-executivo tem bom custo-benefício e começa com um variado couvert servido gratuitamente – assim como a água filtrada –, composto por pães, legumes grelhados, vinagrete, patê de gorgonzola e azeitonas temperadas. Para começar a refeição, boas sugestões de salada são a Tapajós (grande, R$ 21, pequena, R$17), que leva cevadinha com quinoa, cubinhos de linguiça, cebola roxa e mini rúcula e a Guarani (grande, R$ 19, pequena, R$15), preparada com folhas verdes, vegetais na brasa e queijo de cabra ao vinagrete de limão defumado. Dentre os grelhados, há opções como o Entrecote (R$32), a Fraldinha (R$32) e o Salmão (R$34), são acompanhados de salada e um acompanhamento à escolha, com opções como os Vegetais do chefe e a Farofa da Nacional.

São boas pedidas ainda o Risoto de costelinha (R$29, foto acima, à esquerda), aromatizado com limão cravo e acompanhado por crisps de cebola, a Rabada com agrião e polenta (R$29) e o Filé a parmegiana com arroz e fritas (R$27). Há também sanduíches como o de Linguiça especial com derretido de queijo, acompanhado de molho vinagrete (R$24), o de Frango com cogumelos, acompanhado Aïoli (R$22), uma maionese com alho. Para os mais famintos, o Maracanã Burguer (R$24) é um generoso hambúrguer de fraldinha com queijo, bacon, picles, alface, tomate, cebola roxa e maionese da casa, todos servidos com batatas fritas. Para adoçar o almoço e terminar bem a refeição, são boas pedidas a Manga cremosa com sorvete de coco e crocantes de cajú (R$12), o Sorvete de creme com salada de frutas, baba de moça e farofa crocante (R$13) e o prato de Doces Nacionais (R$11), que apresenta doce de leite, cocada, doce de abóbora e doce de mamão. Todos os pratos tem sugestões de harmonização com uma das cinco variedades de chope artesanal fabricadas e servidas no endereço.

Para os que decidirem esticar o almoço até o happy hour a casa oferecerá, das 17h às 20h, double drinks de todas as bebidas do cardápio (exceto as doses). A promoção inclui drinks e todas as cervejas da casa - Y-îara Pilsen, Kurupira Ale (foto à direita), Sa´si Stout, Mula IPA e Domina Weiss, além das sazonais -, servidas em copos de chope (de R$6 a R$9), pint (de R$ 10 a 14) ou no sampler (R$16), degustação que traz copinhos de 160ml com todas as receitas do mestre-cervejeiro Luís Fabiani.

Sobre a Cervejaria Nacional:

A Cervejaria Nacional foi inaugurada em junho de 2011, mas sua história começa anos antes, em 2006, quando nasceu da sociedade entre o economista Luís Fabiani e do produtor gráfico Dudu Toledo,  entusiastas do universo cervejeiro. Antes atuando apenas como fornecedora de bares como o extinto Drake’s, a Cervejaria cresceu com a entrada do chef de cozinha Alexandre Cymes e de Marcus Ribas, da consultoria AyB, transformando-se em fábrica-bar. No térreo do ambiente de três pisos, ficam dispostos os enormes tanques de fermentação onde as cinco variedades de chopes artesanais servidas na casa - Y-îara Pilsen, Kurupira Ale, Sa´si Stout, Mula IPA e Domina Weiss  - são produzidas, assim como as receitas sazonais. No primeiro andar, o bar, com paredes de tijolo aparente decoradas com lambe-lambes, revela uma vista privilegiada para a produção e abriga as torneiras de chope artesanal entre os sacos de malte. No piso superior, o restaurante desperta o apetite e dá vistas para a rua através de um grande vidro.

Serviço:

Cervejaria Nacional

Endereço: Rua Pedroso de Morais, 604, Pinheiros

Telefone: 11 4305-9368

Telefone para reservas: 11 3628-5000

Site: http://www.cervejarianacional.com.br/

Horário de funcionamento: 2ª a 5ª das 12h00 às 24h; 6ª e Sábado das 12h00 à 01h30; Domingo das 12h00 às 23h00.

Mais informações:

Telefone: 3082-5553

Com Lucas Terribili (lucas@anexocom.com.br / 8202-5179)

Patricia Moll Novaes (patricia@anexocom.com.br / 11 7211-9790)

Ou Mauro Hossepian (mauro@anexocom.com.br / 11 7028-2161)

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Germinação da semente de Cevada

grande cervejeiro - tudo sobre cervejas, nacionais e importadas

Este é o esquema da semente de cevada (Hordeum jubatum)
Como qualquer semente típica, tem três partes fundamentais:
- O tegumento;
- A área de armazenamento (neste caso o endosperma);
- O embrião dormente.
O tegumento nesse exemplo é, na verdade, um revestimento do fruto. Em todos os grãos de cereal, o tegumento (antigo integumento do óvulo) está fundido à parede do ovário (a verdadeira parede do fruto). Assim, na verdade, o grão é, tecnicamente, um fruto (cariopse). Embora nós frequentemente o chamemos de semente.
A cevada é usada primariamente na fabricação de cerveja. Nós Cervejeiros caseiros a usamos como fonte de açúcar para convertê-lo em álcool na fermentação. O estudo da semente mostrou que o tegumento da semente/fruto é resistente à água e, assim, reduz a taxa de sua absorção. Essa absorção de água é essencial à germinação das sementes, aumentando a produção de açúcar.
O conteúdo de açúcar de uma semente seca de cevada é bastante baixo, mas o endosperma mantém uma reserva enorme de amido.
O embrião da cevada tem três partes:
- O cotilédone;
- O epicótilo (que origina o broto);
- A radícula (que se origina a raiz).
A germinação de sementes ocorre quando o crescimento da radícula rompe o tegumento da semente e aparece como uma raiz jovem. A energia para a germinação da semente provavelmente vem da respiração do açúcar do endosperma. Contudo, o embrião e o amido estão separados um do outro.
grande cervejeiro - tudo sobre cervejas, nacionais e importadas
O endosperma das sementes tem duas partes. O maior volume consiste na área de armazenamento de amido. A camada que a cobre é a camada de aleurona, a qual é constituída de células que armazenam proteínas em abundância.
Você provavelmente conhece isto no caso do arroz. Os grãos de arroz são tratados antes que nós os compremos para cozinhar. O tegumento é retirado e descartado pois tem baixo valor alimentício. O embrião sai e é chamado "germe". No trigo, os embriões são vendidos como germe de trigo. O processo de moagem deixa o endosperma do arroz circundado por aleurona. Este é vendido como arroz integral e tem valor alimentício em amido e proteína. Se o endosperma é polido antes de ser vendido, a aleurona pode ser removida. O polimento resulta no arroz branco que apenas tem qualidade alimentar no amido. Assim, o arroz branco, mesmo considerado mais "fino" do que o integral, é um alimento de qualidade inferior.
grande cervejeiro - tudo sobre cervejas, nacionais e importadas
Agora prosseguimos com o que os fisiologistas encontraram:
O primeiro passo na germinação da semente de cevada é a embebição. Neste processo, a água atravessa o tegumento e começa a amaciar os tecidos internos duros. A entrada de água causa o inchamento dos grão. O tegumento da semente/fruto geralmente se parte, permitindo uma entrada ainda mais rápida de água, ativando o metabolismo do embrião dormente.
grande cervejeiro - tudo sobre cervejas, nacionais e importadas
A água entrando na semente e no embrião, dissolve uma substância produzida no interior do embrião. Esta substância é conhecida como ácido giberélico(GA). Este é um hormônio vegetal não muito diferente dos esteróides.
O GA dissolvido é transportado com a água pelo restante dos tecidos da semente, até chegar à camada de aleurona.
grande cervejeiro - tudo sobre cervejas, nacionais e importadas
O ácido giberélico que é transportado pela água chega à camada de aleurona
O GA entra no citoplasma dessas células, "ativando" certos genes do DNA nuclear. O DNA é, naturalmente, a molécula hereditária e contém as instruções para fazer todas as proteínas necessárias para a sobrevivência da planta de cevada. O mecanismo preciso sobre como o GA "ativa" o DNA é ainda desconhecido. É claro, contudo, que o modo de ação é ligar apenas alguns genes específicos do DNA.
Os genes que são "ligados" são transcritos. A informação arquivada em DNA é preciosa, de modo que as células de aleurona fazem uma cópia "descartável" em RNA do gene que está ligado. Está cópia, como um tipo de projeto, é chamada de RNA mensageiro. O processo de fazer esta cópia é chamado transcrição.
grande cervejeiro - tudo sobre cervejas, nacionais e importadas
O RNA que foi feito no processo de transcrição é transportado até o citoplasma das células de aleurona.
No citoplasma, o RNA mensageiro se junta ao ribossomo para começar o processo de produção de uma proteína. Este processo é denominado síntese proteica ou tradução. Neste processo o ribossomo examina a informação mantida na sequência de bases do RNA.
RNAs transportadores carregados com amino-ácidos específicos são colocados na posição especificadas nas instruções do RNA mensageiro e os aminoácidos são agrupados na sequência certa pelo ribossomo. A sequência de aminoácidos determina as propriedades da proteína que está sendo montada.
Neste caso, a proteína crítica feita com a informação mantida no RNA é a amilase. Esta proteína resulta em uma enzima de grande importância.
grande cervejeiro - tudo sobre cervejas, nacionais e importadas
Uma pergunta que se pode fazer é: de onde vêm os aminoácidos para a síntese da amilase?
A resposta é: eles provêm de um metabolismo existente nas células de aleurona, o qual hidroliza as proteínas armazenadas nestas células. A hidrólise é acelerada por enzimas conhecidas como proteases. Estas enzimas aumentam a taxa na qual a proteína armazenada é cortada em aminoácidos individuais.
Os aminoácidos liberados pela hidrólise estão agora livres para serem reunidos na estrutura da amilase pelos ribossomos.
grande cervejeiro - tudo sobre cervejas, nacionais e importadas
Então temos nossa amilase produzida, e daí?
É agora que a recompensa começa a vir!
A amilase é secretada (transportada para fora das) células de aleurona, para dentro do endosperma.
A amilase não é apenas uma proteína, ela é uma enzima. Cataliza (acelera) uma reação química particular. Especificamente, a amilase acelera a hidrólise do amido em suas unidades componentes de açúcar.
Viva!! Agora todos sabemos como o açúcar é feito em uma semente. Também podemos dizer aos confrades como aumentar a produção de açúcar.
grande cervejeiro - tudo sobre cervejas, nacionais e importadas
Muito bem. Então, ajudamos todos os cervejeiros a entender o processo da malteação da cevada, que é a secagem da cevada umidecida interrompendo o processo de germinação através do calor. Finalmente o passo final é a torrefação, onde teremos a diferenciação dos tipos de malte por sua coloração, de acordo com o tempo de exposição ao calor, dai temos cervejas com cores, corpo e aromas diferentes devido a torrefação.


Postar um comentário

Fonte:  Profa. Helenice Mercier
 
grande cervejeiro - tudo sobre cervejas, nacionais e importadas

Copyright 2010 "Grande Cervejeiro tudo sobre cervejas especiais , artesanais, nacionais e importadas".

Theme by Grande cervejeiro.
Ricamatosoli by Templates.